Pesquisar este blog

Novidades!!!

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Discurso de São Francisco de Assis ao Sultão Malek al-Kamil

…per la sete del martiro
nella presenza del Soldan superba
predicò Cristo e l’altri che ‘l seguiro
(Dante Alighieri, Paradiso XI, 100-102).
 

“Se tu, com o teu povo, queres te converter a Cristo, eu ficarei de muito bom grado convosco. Se, ao contrário, exitas em abandonar a lei de Maomé pela Fé de Cristo, dê ordem de acender um fogo, o maior possível: eu, com os teus sacerdotes, entrarei no fogo e, assim, ao menos, poderás conhecer qual Fé, com o devido discernimento, se deve reputar mais certa e mais santa” (…) “Se me quiser prometer, em teu nome e do teu povo, que passáreis à religião de Cristo quando eu sair do fogo, entrarei no fogo sozinho. Se serei queimado, isso seja imputado aos meus pecados; se, ao invés, a potência divina far-me-á sair são e salvo, reconhecereis Cristo, potência de Deus e sabedoria de Deus, como o verdadeiro Deus e Senhor, Salvador de todos”. Mas o Sultão lhe respondeu que não ousava aceitar este desafio por temor de uma sedição popular. Todavia, lhe ofereceu muitos dons preciosos; mas o homem de Deus, ávido não de coisas mundanas, mas da salvação das almas, os desprezou todos como barro. 



Tommaso de Celano - Legenda Prima. In "Francesco d'Assisi e le origini dell'arte del Rinascimento in Italia", Henry Thode, Donzelli Editore, p. 116.  
Tradução: Giulia d'Amore. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA