Pesquisar este blog

Novidades!!!

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Meditação para receber o Santíssimo Sacramento

Meditação para receber o Santíssimo Sacramento

 

São Francisco de Borja


São Francisco abençoa um moribundo arrependido
Goya

Primeiro ponto: Considerar quem é Aquele que vou receber, e como quanto à divindade é igual ao Pai Eterno, e como enquanto homem é o mais ilustre de todos os homens.

Segundo ponto: Considerar de onde vem: do Céu. Considerar que me faz maior dom do que fez aos Apóstolos na quinta-feira da Última Ceia. E hei de me confundir trazendo à mente o que eu faria se estivesse esperando um amigo ou irmão que viesse me ver de terras longínquas, ou se o Papa ou o Imperador tivessem vindo me ver, e o pouco que faço com a vinda de Jesus Cristo, do Céu à minha alma.

Terceiro ponto: Ver como Ele vem. Considerarei como, tendo me dado todas as criaturas, Ele mesmo disfarçado se dá a mim em uma delas, fazendo-se pequenininho, conforme a minha pequenez.

Quarto pontos: ver aonde vem. A este mundo, onde tantas ofensas e pecados se cometem contra a Sua Divina Majestade.

Quinto ponto: Considerar quem sou eu que hei de recebê-lO, e mostrar-Lhe as minhas chagas, pedindo-Lhe, com o leproso do Evangelho, que me cure. Assim, olharei de onde vem, aonde vem e para que vem.

Louvado seja Deus.





Em Espanhol:



Meditación para recibir el Santísimo Sacramento


Primer punto: Considerar quién es el que he de recibir, y cómo en cuanto a la divinidad es igual al Eterno Padre, y cómo en cuanto hombre es el más ilustre de todos los hombres.

Segundo punto: Considerar de dónde viene: del Cielo. Consideraré que me hace mayor don que a los Apóstoles el Jueves de la Cena. Y he de confundirme trayendo a la memoria lo que haría si esperase a un amigo o hermano que me viniese a ver de tierras lejanas, o si el Papa o el Emperador hubiese de venir a verme, y lo poco que hago con la venida de Jesucristo, de los Cielos a mi ánima.

Tercer punto: Ver cómo viene. Consideraré cómo habiéndome dado todas las criaturas, Él mismo disfrazado se me da en una de ellas, haciéndose pequeñito, conforme a mi pequeñez.

Cuatro punto: Ver adónde viene. A este mundo donde tantas ofensas y pecados se cometen contra su divina Majestad.

Quinto punto: Considerar quién soy yo que le he de recibir, y mostrarle mis llagas, pidiéndole con el leproso del Evangelio que me sane. Así miraré de dónde viene, adónde viene y a qué viene.

Alabado sea Dios.


Tradução: Giulia d'Amore di Ugento. 
* A tradução que encontrei na web é péssima, em que pese a boa vontade de quem traduziu, caro está que usou o google traslator.

Sobre o Santo que fez esta Meditação: Francisco de Borja e Aragão, também Francisco de Bórgia e Aragão, foi Duque de Gandia, bisneto do Papa Alexandre VI e bisneto do rei Fernando II de Aragão, e fez-se jesuíta logo após enviuvar. Sua decisão referente à oração alterou a concepção ignaciana a respeito, até que no século XX voltou-se a prática inicial. Aplicou na prática a resolução da CG II de convocar as Congregações de Procuradores, que demonstrou ser uma medida muito acertada. Sob sua administração, a obra missionária foi incrementada e prosperou. A Companhia fundou novas missões na Flórida, México e Peru. Aumentou a infiltração no Brasil. Sugeriu a Pio V a criação da Congregação para a Propagação da Fé. Em sua homenagem, o Padre Francisco Garcia fundou a cidade de São Borja, antiga Sete Povos das Missões, no Rio Grande do Sul, onde seu dia é comemorado em 10 de outubro pelo município e pela Paróquia São Francisco de Borja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA